SUSE anuncia OpenStack Cloud 5 para criação de nuvem ...

SUSE anuncia OpenStack Cloud 5 para criação de nuvem …

19 de março de 2015

Anteriormente chamado de SUSE Cloud, o SUSE OpenStack Cloud 5 é baseado na última versão do OpenStack (Juno) e, de acordo com o SUSE, oferece maior flexibilidade de rede e melhor eficiência operacional para simplificar o gerenciamento de infraestruturas de nuvem privada. A empresa acrescenta que também fornece “recursos como serviço” para permitir que as equipes de análise e desenvolvimento de big data entreguem rapidamente soluções de negócios junto com a integração com novas soluções de data center, SUSE Enterprise Storage e SUSE Linux Enterprise Server.

O SUSE enfatiza os seguintes recursos do OpenStack Cloud 5, voltados para clientes corporativos:

Flexibilidade de rede aprimorada: SUSE OpenStack Cloud 5 fornece funcionalidade de rede adicional e suporte adicionado para módulos de rede OpenStack desenvolvidos por terceiros. Em particular, ele fornece suporte para a implementação de roteamento virtual distribuído, o que permite que nós de computação individuais tratem de tarefas de roteamento, individualmente ou como clusters. Configurar o roteamento virtual distribuído como parte de uma instalação do SUSE OpenStack Cloud aumenta a escalabilidade, o desempenho e a disponibilidade, permitindo que a rede se expanda automaticamente conforme os nós de computação são adicionados, reduzindo o tráfego por meio de roteadores centrais e diminuindo a exposição a um único ponto de falha na rede.

Maior eficiência operacional: A infraestrutura de instalação do SUSE OpenStack Cloud foi aprimorada, incorporando perfeitamente os servidores existentes que operam fora da nuvem privada, a fim de incluí-los no ambiente de nuvem. Além disso, o SUSE OpenStack Cloud 5 centraliza a coleta e pesquisa de logs, dando aos administradores um único ponto de vista sobre as operações da nuvem e melhorando a velocidade da solução de problemas.

Integração com SUSE Enterprise Storage e SUSE Linux Enterprise Server 12: SUSE OpenStack Cloud 5 inclui suporte para SUSE Linux Enterprise Server 12 como nós de computação dentro da nuvem, oferecendo aos clientes as versões mais atualizadas de KVM e Xen. Os nós do SUSE Linux Enterprise Server 12 podem coexistir com os nós do SUSE Linux Enterprise Server 11 SP3. O SUSE OpenStack Cloud 5 também integra o recentemente anunciado SUSE Enterprise Storage, operado pela Ceph. Isso fornece uma plataforma aprimorada para armazenar objetos, blocos e imagens no SUSE OpenStack Cloud, enquanto mantém a mesma facilidade de instalação dos componentes Ceph que estavam disponíveis nas versões anteriores do SUSE OpenStack Cloud.

Implantação de serviço simplificado: Como muitas cargas de trabalho exigem serviços adicionais, a padronização em um modelo “como serviço” simplifica e acelera a instalação, eliminando a necessidade de os usuários gerenciarem esses serviços. A implantação de serviço simplificada facilita a criação de nuvens privadas personalizadas para big data e desenvolvimento.

O SUSE OpenStack Cloud 5 também inclui o projeto de processamento de dados “Sahara”, que fornece um meio simples de servir aplicativos em cluster com muitos dados, como Hadoop ou Spark, além do OpenStack. O SUSE e o MapR se unem para fornecer suporte ao MapR Enterprise em execução no SUSE OpenStack Cloud usando o módulo MapR Sahara.

via SUSE anuncia OpenStack Cloud 5 para criação de nuvem privada IaaS | Jornal TI.

Imagem © scyther5 via Shutterstock

[+] Videos de nuestro canal de YouTube