Os 5 melhores jogos, graficamente falando, de 2015

Os 5 melhores jogos, graficamente falando, de 2015

Os meninos de Terra de doces traga-nos o seu Top 5 dos melhores jogos lançados em 2015 focando na qualidade gráfica. Como você pode ver abaixo, eles têm se baseado em títulos multiplataforma, pois é de se esperar que muitos de nós não vejam correta a inclusão ou exclusão de um jogo na lista e até mesmo a posição de alguns deles, como é no meu caso o Star Wars: Battlefront, que deveria estar no topo da lista criada.

Ascensão do Tomb Raider

Quinto nós temos o Ascensão do Tomb Raider, da qual se destacam a modelagem impressionante e detalhada dos personagens, o excelente efeito da tecnologia AMD TressFX, juntamente com os efeitos volumétricos, de iluminação e da atmosfera em geral. Como ponto negativo, eles falam sobre a baixa qualidade das sombras e queda repentina no FPS. O jogo é desenvolvido pela Crysltal Dynamics e Square Enix, e usa o motor gráfico Crystal Engine.

A Ordem de 1886

Em quarto lugar temos A Ordem: 1866, que, apesar de para rebaixar gráfico a que foi submetido destaca o ambiente de iluminação, a excelente qualidade das texturas, alguns personagens, armas e objetos detalhados, aliados a gráficos foto-realistas. O jogo é exclusivo para PlayStation 4 criado sob o motor gráfico RAD Engine 4.0 por Ready at Dawn. Como ponto negativo, temos uma resolução curiosa de 1920 x 800 pixels com as faixas pretas que dão um ar cinematográfico.

Star Wars Battlefront - Capa

No Top 3 temos o Star Wars: Battlefront com um grande número de texturas de alta qualidade, mapas foto-realistas, excelente otimização e, como ponto negativo, você pode ver algumas texturas com popping. O jogo é desenvolvido pela DICE sob o motor gráfico Geladura 3 e, apenas focando no aspecto visual, achamos que deveria ser superior nesta lista.

Capa do The Witcher 3

Acima disso, eles nos colocaram em O bruxo 3, jogo que também sofreu um bom par de downgrades gráficos chegar aos consoles, algo que não impediu o problemas de estalos e textura próximo a chegar com muitos bugs e problemas de desempenho no seu lançamento, ao qual se acrescenta uma população densa e visualmente muito repetitiva. Como pontos a seu favor, temos uma grande atmosfera acompanhada por um mundo aberto juntamente com uma qualidade visual como um todo que pode ser descrita de boa a notável. O jogo é desenvolvido pelo estúdio polonês CD Project RED sob o motor gráfico Red Engine 3.

Grand Theft Auto V 4K (11)

E antes de tudo, um discutido Grand Theft Auto V, graficamente é bom e chegou muito bem otimizado tanto para os consoles quanto para o PC. Um mundo aberto, rico em detalhes, muito povoado, com muitas coisas para fazer e um grande número de veículos. Como um todo, podemos dizer que é um jogo praticamente perfeito, mas não é o melhor em termos de qualidade gráfica, algo que os mods que chegaram para os usuários de PC complementam. O jogo foi desenvolvido pela Rockstar e combina os motores gráficos de RAIVA e euforia.

Terra de doces eles também fazem uma menção especial de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, Ori e a floresta cega, Projeto CARS, Anno 2205, ou Até o amanhecer. Vendo essa lista aproveito um grande esquecido, o Godzilla, título exclusivo para PlayStation 4 concedido a alta qualidade gráfica que oferece o título e que um console da estatura da Sony só é capaz de se mover com total facilidade aproveitando seu maior poder gráfico em relação ao Xbox One que nos permite aproveitar o potencial de um jogo desse calibre.

E falando sério agora, fazer uma lista desse tipo é muito complicado, e se, pessoalmente, eu tivesse que ficar com um jogo de 2015 pensando em sua alta qualidade gráfica, Eu não acharia nada interessante, e mais vendo como Ryse: filho de Roma (a € 6 no Steam), lançado em 2013, é graficamente muito avançado (muito melhor do que alguns nesta lista) e vamos lembrar que chegou no Xbox One com uma aparência muito boa, o que mostra que a alta qualidade pode chegar a um console limitado contanto que tire proveito de tudo que possa lançar, algo com grande mérito não poder tirar proveito do DirectX 12 em seu dia. E se falamos de um Xbox One como esse, imagine um PC com potência ilimitada.

Talvez esta lista não represente os melhores jogos, graficamente falando, de 2015, mas atinge um propósito completamente diferente, veja a involução da indústria aos jogos cada vez mais limitados graficamente e atormentados por problemas que querem chegar o mais rápido possível, porque os jogos estão mais na moda do que nunca e a crítica pouco importa se os cofres estão cheios.