Apple patenteia um novo sensor para telas de dispositivos

Japan Display e Apple preparam uma nova fábrica de telas LCD para dispositivos iOS

Durante as diversas negociações que a Apple tem desenvolvido em busca de parceiros para a produção de telas de LCD para seus dispositivos móveis, diferentes realidades vazaram (muitas delas com empresas japonesas), como Toshiba e Sharp. Parece que o próximo parceiro da empresa da Califórnia será Japão Display, uma empresa fundada graças ao financiamento da Sony, Hitachi e Toshiba.

Japan Display e Apple negociam produção de telas LCD

A Apple pode em breve obter um fonte mais estável para fabricação de telas pequenas de LCD, que pode ser usado em dispositivos de médio porte (iPad, iPhone e Apple Watch). Recentemente, vazou que a Apple poderia estar em negociações com a Japan Display para construir uma nova fábrica que custaria colossais $ 1,7 bilhão.

Segundo fontes japonesas, o financiamento deve cobrir cerca de 2 trilhões de ienes, quantia que deve garantir a produção da Apple para as telas de LCD de seus aparelhos iOS e, provavelmente, para o futuro Apple Watch.

Segundo fontes, a planta sugerida deverá ser construída em Ishikawa – Japão, no próximo ano e produzirá os referidos monitores com a tecnologia LTPS (polissilicone de baixa temperatura), utilizada pela primeira vez pela Apple no iPhone 6 e 6 Plus. Para a família do iPhone 6, esse acordo permitirá a produção de telas em maior velocidade, o que possibilitaria uma transição para a produção de painéis OLED. O primeiro produto da Apple a usar o Tecnologia OLED será ele Apple Watch, que está programado para lançamento em abril.

Neste momento as conversas são fluidas, segundo informações reveladas por várias fontes, embora também apontem que a Apple também está a negociar um novo contrato com a Foxconn, para tentar melhorar os custos de produção dos seus futuros aparelhos.

“Nenhuma decisão formal foi tomada em relação a qualquer assunto que tenhamos de tornar público”, comentou a Apple sobre o acordo com a empresa japonesa, de acordo com a Reuters.

O relatório também observa que a Apple está trabalhando com amostras de outras empresas japonesas JDI e Sharp, bem como da empresa sul-coreana LG Display.