Colômbia se junta à luta contra o roubo de telefone ...

Colômbia se junta à luta contra o roubo de telefone …

24 de março de 2015

Na Colômbia, mais de um milhão de celulares são roubados por ano, uma média de 2.700 por dia ou um a cada 30 segundos, mas apenas cerca de 18 mil reclamações são registradas anualmente, segundo a Associação Internacional de Operadoras Móveis (Gsma, por sua sigla em inglês).).

Segundo a Asomóvil, sindicato das operadoras de telecomunicações (Claro, Movistar, Tigo-Une), por mês são bloqueados cerca de 350 mil computadores informados por usuários ou identificados pelo processo de detecção e bloqueio realizado pelas mesmas empresas.

E embora na Colômbia não existam dados oficiais sobre o impacto econômico deste flagelo, estima-se que existam no país cerca de 10.000 lojas dedicadas à venda informal de telefones celulares e suas peças de reposição.

Diante dos crescentes problemas transnacionais, as operadoras compartilham com a Gsma sua Base de Dados Negativa, na qual registram os números de série únicos do International Mobile Device Identifier (Imei, por sua sigla em inglês) dos telefones bloqueados. Isso evita que sejam comercializados em outros mercados.

No âmbito da campanha latino-americana da Gsma “Nós Cuidamos”, levada à Colômbia em fevereiro passado, as operadoras prometeram entregar os registros da Base Negativa à Polícia para que, com o apoio do Ministério Público, o processo fosse facilitado.

Além disso, o diretor para a América Latina da Gsma, Sebastián Cabello, disse que por meio de uma página na web os mesmos usuários poderão reportar e fazer upload de informações sobre seus terminais roubados, já que hoje só as autoridades e operadoras podem fazê-lo.

As informações são relatadas neste banco de dados por 40 operadoras de 18 países ao redor do mundo, incluindo México, Estados Unidos e Equador.

Agora a Colômbia, por meio do Ministério das Relações Exteriores, busca a adesão da Venezuela, segundo o ministro das Tecnologias da Informação e Comunicações, Diego Molano Vega.

via Nasce uma aliança para prevenir o roubo.

[+] Videos de nuestro canal de YouTube