Apple, Samsung e Sony compram baterias de fornecedores que empregam crianças

Apple, Samsung e Sony compram baterias de fornecedores que empregam crianças

A bateria dentro do seu Iphone, Galáxia ou Xperia poderia ter sido feito com a ajuda de crianças a partir de sete anos de idade. Isso é o que um relatório publicado hoje por Anistia internacional. O relatório afirma que o cobalto extraído na República Democrática do Congo (RDC) por crianças está sendo usado em baterias produzidas por gigantes da tecnologia como Apple, Samsung e Sony. A UNICEF estima que 40.000 crianças eles trabalham nas minas localizadas na República Democrática do Congo todos os dias.

Apple, Samsung, Sony minas de cobalto - baterias (1)

Por sua parte, A Apple fez uma declaração à BBC que foi afirmado que “o trabalho de menores não é tolerado em nossa cadeia de suprimentos e estamos orgulhosos de ter liderado a indústria em novas salvaguardasA empresa afirma que, se um de seus fornecedores for pego com trabalho infantil, obriga o fornecedor a financiar a viagem de menores de idade para casa. A Apple acrescenta que então exige o pagamento dos fornecedores para a educação das crianças. Trabalhadores menores e promete o filho um emprego quando atingir a idade legal para o trabalho.

Apple, Samsung, Sony minas de cobalto - baterias (2)

Samsung ele disse que tem um “política de tolerância zero“Quando se trata de trabalho infantil, você verifica rotineiramente sua cadeia de suprimentos.”Se uma criança trabalhadora for encontrada, os contratos com fornecedores que usam trabalho infantil serão rescindidos imediatamente“Samsung disse em um comunicado. Sony também divulgou um comunicado dizendo que está trabalhando com fornecedores para tratar de direitos humanos e questões trabalhistas.

A Anistia Internacional conversou com 87 atuais e ex-mineiros de cobalto. 17 deles eram crianças, incluindo Pablo, um órfão de 14 anos. Paulo ele disse que passou 24 horas trabalhando nos túneis, chegando pela manhã e saindo na manhã seguinte, ”Tive que me aliviar nos túneis … Minha mãe adotiva queria me mandar para a escola, mas meu pai adotivo era contra, ele me explorava para me fazer trabalhar na minaApple, Samsung, Sony minas de cobalto - baterias (3)

50% do cobalto do mundo é extraído da República Democrática do Congo. O material é usado em baterias de íon de lítio encontradas na maioria dos dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

“Milhões de pessoas desfrutam dos benefícios das novas tecnologias, mas raramente se perguntam como são feitas. Já é tempo de as grandes marcas terem alguma responsabilidade na exploração das matérias-primas que tornam seus produtos lucrativos.

As empresas cujos lucros globais totalizam US $ 125 bilhões (€ 115 bilhões) não podem alegar com credibilidade que não são capazes de verificar de onde vem sua produção mineral. “– Marcos Dummett, Pesquisador de Negócios e Direitos Humanos, Anistia Internacional

via: PhoneArena