Ubisoft começa a vender aumentos de experiência em Assassin's Creed Valhalla

A Nvidia GeForce RTX 3090 também não suporta o Assassin’s Creed Valhalla @ 4K / 60 FPS Ultra

Já podíamos ver como Nvidia GeForce RTX 3090 estava engasgando com Watch Dogs: Legion, e como esperado, a mesma coisa acontece com o Assassin’s Creed Valhalla, onde esta GPU não consegue rodar o jogo em resolução 4K @ 60 FPS com gráficos Ultra.

Obviamente, o principal problema é que estamos falando de jogos da Ubisoft, que por si só não são bem otimizados e, se adicionarmos a isso, não aproveitará com eficiência os mais de 10.000 núcleos CUDA que a GPU oferece, como podemos ver que mesmo gastando dinheiro em um top-of-the- gama GPU não é sinônimo de jogar tudo o que queremos em 4K @ 60 FPS com gráficos máximos.

Assassin's Creed Valhalla 740x416 0

Para medir o desempenho, Assassin’s Creed Valhalla inclui seu próprio benchmark, onde a Nvidia GeForce RTX 3090 foi acompanhada por um Intel Core i9-10900K. No final do benchmark, podemos ver um desempenho médio de 56 FPS com um desempenho mínimo que se tornou 32 FPS, enquanto no que diz respeito à memória VRAM, o jogo passou a ocupar 6,8 GB de memória dos 24 GB que integram a GPU.

O engraçado é que o jogo usa grande parte da GPU: 96% / 97%, então ficará ainda mais curioso para ver como este jogo se move no Xbox Series X e seu prometido 4K @ 60 FPS. Teremos que esperar muito pouco, já que a partir de amanhã poderemos ver as primeiras comparações de desempenho e qualidade gráfica deste jogo para PC e console Microsoft.

via: DSOG