💉 Um chip pode substituir animais e ...

💉 Um chip pode substituir animais e …

17 de abril de 2018

Os medicamentos têm ajudado a melhorar a qualidade de vida do ser humano. No entanto, colocar um novo medicamento no mercado requer um processo complicado e obrigatório que deve ser realizado antes de ser fornecido a uma pessoa. Os testes, muitas vezes em animais, devem ser feitos para garantir a segurança humana, mas isso pode estar prestes a mudar.

Imagem de didesign021 via Shutterstock

Engenheiros do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, MIT, criaram um pequeno chip que pode replicar artificialmente o funcionamento fisiológico de um corpo humano. Possui 10 cavidades que replicam os órgãos principais e estão conectadas entre si por sistemas microfluídicos que atuam como vasos sanguíneos. As substâncias testadas percorrem esses canais para saber se atuam apenas no órgão-alvo ou se, ao contrário, também têm efeitos secundários em outros.

Esta versão atual inclui 10 tipos de órgãos: fígado, pulmões, intestinos, endométrio, cérebro, coração, pâncreas, rins, pele e músculos. Cada “órgão” é composto de um a dois milhões de “células”. Mesmo assim, eles não simulam completamente o funcionamento de um órgão real, mas replicam sua reação a várias substâncias. Se esse chip fosse aperfeiçoado, os testes em animais não seriam mais necessários para lançar um novo medicamento no mercado.

[+] Videos de nuestro canal de YouTube